terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Saudad'ti

Ontem tivemos uma zanga imensa, com ela a fazer birra (e berreiro) p'ra não dormir. Ralhei, ela respondeu, eu dei-lhe silêncio de volta e ela chorou até, por fim, adormecer. 24 horas depois, de volta ao quarto dela, teve a oportunidade de repetir a birra e a zanga. Não. Veio agora ter comigo e disse-me: "Pai, quando cheguei a casa, tive saudad'ti. Depois tu chega'tes e eu fiquei contente, púque 'tava com saudad'ti." Ainda bem que tudo muda.

Sem comentários:

Publicar um comentário